terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Sopão de tomate picante


Voltei à cozinha. Devagar. Num dia, cozinhei pra um amigo - não foi o meu melhor risoto, mas ficou bonzinho (nozes e queijo de cabra; a musse de chocolate com morangos frescos compensou). No outro, pasta com shimeji pra mim. Bom. Voltando.
Outro dia, cansada dos restaurantes do entorno, resolvi fazer algo rápido com o que tinha comprado no hortifrúti. Uma bandeja de legumes (brócolis, couve-flor, cenoura, abobrinha, mandioquinha, alho poró) para sopa, justamente, se misturou a uma lata de tomate em cubos, um tiquinho de vinho do Porto, sal, pimenta, canela e salsinha. Simples assim. E ficou bem bom!

2 comentários:

  1. Óia, que belezura! Vinho do Porto docinho, ou seco?
    Bjs,
    Marisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Má. Foi com um Tawny mais sequim. :)
      besitos

      Excluir

Cabeceira

  • "Arte moderna", de Giulio Carlo Argan
  • "Geografia da fome", de Josué de Castro
  • "A metamorfose", de Franz Kafka
  • "Cem anos de solidão", de Gabriel García Márquez
  • "Orfeu extático na metrópole", de Nicolau Sevcenko
  • "Fica comigo esta noite", de Inês Pedrosa
  • "Felicidade clandestina", de Clarice Lispector
  • "O estrangeiro", de Albert Camus
  • "Campo geral", de João Guimarães Rosa
  • "Por quem os sinos dobram", de Ernest Hemingway
  • "Sagarana", de João Guimarães Rosa
  • "A paixão segundo G.H.", de Clarice Lispector
  • "A outra volta do parafuso", de Henry James
  • "O processo", de Franz Kafka
  • "Esperando Godot", de Samuel Beckett
  • "A sagração da primavera", de Alejo Carpentier
  • "Amphytrion", de Ignácio Padilla

Arquivo do blog